Ladainhas

Ladainhas
A Ladainha é uma oração formada por uma série de invocações curtas e respostas repetidas.

Origem das ladainhas
A palavra ladainha vem do grego e significa súplica. Mas desde o início da Igreja ela foi utilizada para indicar não quaisquer súplicas, mas as que eram rezadas em conjunto pelos fiéis que iam em procissão às diversas igrejas. Há, naturalmente, numerosas ladainhas, dependendo do que é pedido nas diversas procissões.
Quando a casa na qual morou Nossa Senhora na Palestina foi transportada milagrosamente para a cidade de Loreto (Itália), em 1291, a feliz novidade espalhou-se rapidamente, dando início a numerosas peregrinações. Com o correr do tempo, uma série de súplicas a Nossa Senhora foi sendo composta pelos peregrinos que ali iam, os quais A invocavam por seus principais títulos de glória. Posteriormente essa ladainha era cantada diariamente no Santuário, e os peregrinos que de lá voltavam a popularizaram em todo o orbe católico. Chama-se lauretana por ter sua origem em Loreto.
 Algumas invocações têm sido acrescentadas pelos Papas ao longo dos tempos, outras são agregadas para honrar a proteção de Nossa Senhora a alguma Ordem religiosa, como fazem os carmelitas, os quais rezam a ladainha lauretana carmelitana, com quatro invocações a mais. Mas o corpo central das ladainhas permanece o mesmo.

Composição da Ladainha
No início da Ladainha Lauretana, as invocações não se dirigem a Nossa Senhora, mas a Nosso Senhor e à Santíssima Trindade, pois dizemos Senhor, tende piedade de nós, Jesus Cristo, ouvi-nos, etc. Depois invocamos o Padre Eterno, o Filho e o Espírito Santo. Por quê?
 Tudo em Nossa Senhora nos conduz a seu divino Filho, e por meio dEle à Santíssima Trindade, que é nosso fim último. Isto é algo que os protestantes não entendem ou não querem entender: Maria Santíssima é o melhor caminho para se chegar a Deus.
 Após essa introdução da ladainha, seguem-se três invocações, nas quais pronunciamos o nome da Virgem (Santa Maria) e lembramos dois de seus principais privilégios: o ser Mãe de Deus e Virgem das virgens. A seguir, há um grupo de 13 invocações para honrarmos a Maternidade de Nossa Senhora, e outras seis para honrar sua Virgindade. Em seguida, 13 figuras simbólicas; quatro invocações de sua misericórdia e, finalmente, 12 invocações dEla enquanto Rainha gloriosa e poderosa.


Ladainha pelas almas do purgatório
Ladainha dos santos Anjos
Ladainha do Santo Anjo da Guarda
Ladainha ao Santo Anjo da Guarda
Ladainha a Santo Antônio por coisas perdidas
Ladainha de Santo Antônio filho de São Francisco
Ladainha à Sagrada Família
Ladainha de São José Indulgenciada
Ladainha do Menino Jesus
Ladainha de Reparação a Nosso Senhor na Eucaristia
Ladainha de São Miguel
Ladainha de Santo Expedito
Ladainha dos Santos Carmelitas
Ladainha de Nossa Senhora do Carmo
Ladainha de Nossa Senhora do Monte Carmelo
Ladainha a Nossa Senhora Aparecida
Ladainha de São Pedro
Ladainha de Santa Gertrudes
Ladainha do Divino Espírito Santo




Sem comentários:

Publicar um comentário